Despedaçada, Broken de Tânia Dias - Chiado Editora

setembro 01, 2017

Sinopse
Assumir o seu papel como líder não estava nos planos de Alexia White, mas quando a sua mãe perde a vida num terrível assalto ao castelo, ela vê-se sem opções.

Num mundo onde os fracos se distinguem dos fortes pelos dons que possuem, Alexia está no topo da lista e precisa de aprender a lidar com os seus dons se pretende recuperar Starnyz das garras do traidor. Ian Bealfire, um homem que exala arrogância e prepotência por todos os poros, parece disposto a ocupar o lugar de seu Mestre.

Há quem diga que a jovem está destinada a salvar o mundo mas despedaçada pelas perdas que sofreu. Assombrada pelas memórias do passado, será mesmo capaz de salvar o mundo, quando nem a si parece ser capaz salvar?

Opinião


Ora bem, eu tinha altas perspetivas sobre este livro, estava super curiosa para o ler. Assim que recebi, eu comecei a ler um pouco na viagem que estava a fazer para o Porto para a minha apresentação.

O começo foi muito confuso, um pouco complicado de começar, no entanto, era apenas o inicio, era perfeitamente normal que fosse confuso sendo o começo. Mas não pode deixar de torcer o nariz a medida que lia, não gostava de lacunas, espaços vazios onde não pudesse tocar ou ouvir, fazia-me impressão. E quando estava a ler a historia de Alexia, não pode deixar de sentir esse vazio. Sim havia algo lá, mas a autora Tânia Dias, com o intuito de não dar muita informação, deixava-me frustrada ao longo do percurso.

Uma das coisas também que precisava de ser melhorado, além da historia, era a informação sobre as criaturas, sobre os detalhes do reino assim como as descrições dos lugares. Esses pormenores, não me deixaram de todo conectar-me com o livro e com as suas personagens, o que deixava ainda mais distancia entre a historia e o leitor

Em relação a historia daquilo que percebi da leitura, a autora tem algo que pode ser muito bem melhor do que é, com mais detalhes para que o leitor ame a historia por completo, mas precisa de ser trabalhado. A historia por exemplo do reino de Alexia, se fosse mais detalhista, em relação de onde vieram e como aconteceu para estarem longe de casa, seria fantástico, assim como a historia dos deuses poderia aparecer mais durante a historia, gerando a importância que existe sobre a historia em si e no entanto, não aparece o suficiente para ser compreendido.

Em relação as personagens, as únicas personagens que gostei de conhecer foi Ian, gostei da maneira como ele é apresentado de forma misteriosa e com a historia que mais me surpreendeu, no entanto ainda assim previsível. Outra personagem que eu amei foi Sophie, mas mais uma vez, sublinho que o facto da autora não ter dado muitas informações deixou com que houvesse um vazio entre a historia e o leitor, por isso gostava que tivessem mais partes com Sophie e Aaron.

A historia por inteiro foi muito focada em Ian e a Alexie, o que para mim ficou quase aborrecido a certo ponto, a historia deles foi engraçada, mas o facto de não sabermos o que se passava no reino dela deixava-me um pouco impaciente.

A cerca de Alexia, bem, eu acho que nunca senti tanta indiferença a cerca de uma personagem, uma rapariga nova que devido a um trágico acidente, tem que aceitar demasiado cedo os seus deveres como rainha. E o facto de ser uma rapariga demasiado nova e demasiado ingénua, não tendo qualquer preparação, agia de forma impulsiva fazia coisas sem pensar duas vezes nas consequências, numa certa situação que não posso comentar. Depois havia o pormenor em que ela tinha pensamentos sobre salvar o seu povo e que precisava de treinar, mas segundos depois quando tem que treinar com Ian diz que não pode, acontece apenas uma vez na historia mas não gostei, fez-me não gostar da personagem.

A parte que eu mais gostei foi, Katuak, o reino numa dimensão escondida, com criaturas estranhas, que eu adorei cada momento. Mas não posso dizer muito mais para não estragar o livro. O facto da autora usar elementos adorei, apesar de me lembrar de Casa da Noite com os rituais em si, mas tirando isso 5 estrelas. 

O final, este sim, valeu a pena e é devido a ele e a criatividade que dou a este livro 3,7, foi surpreendente e muito muito a desejar mais e mais, por isso a autora que se despache com o segundo para ver se eu ponho 5 estrelas.

Devo de dizer, está é a minha opinião isso não quer dizer que vai ser igual para toda gente. É também o primeiro livro da autora, tal como eu temos sempre arestas para limar, aprendemos com os nossos erros. Por isso, eu recomendo este livro, porque apesar do livro ainda precisar de algum trabalho adorei mesmo assim a historia, porque nota-se na criatividade que a autora tem e isso vale a pena. Por isso, leiam, porque eu sei que o segundo livro será estrondoso. Por isso para poderem comprar o livro aqui

1 comentário:

  1. Hum... As críticas ao livro parecem ser sempre as mesmas mas nunca me tinham dito realmente algo com que me deixasse vontade de o ler,apesar de o querer fazer no matter what. Mas o que disseste sobre o final got me thinking. Comprarei de certeza

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.