Avançar para o conteúdo principal

As Cinquenta Sombras de Grey de E. L. James (Opinião)

Sinopse
As Cinquenta Sombras de Grey é um romance obsessivo, viciante e que fica na nossa memória para sempre.

Anastasia Steele é uma estudante de literatura jovem e inexperiente. Christian Grey é o temido e carismático presidente de uma poderosa corporação internacional. O destino levará Anastasia a entrevistá-lo. No ambiente sofisticado e luxuoso de um arranha-céus, ela descobre-se estranhamente atraída por aquele homem enigmático, cuja beleza corta a respiração. Voltarão a encontrar-se dias mais tarde, por acaso ou talvez não. O implacável homem de negócios revela-se incapaz de resistir ao discreto charme da estudante. Ele quer desesperadamente possuí-la. Mas apenas se ela aceitar os bizarros termos que ele propõe... Anastasia hesita. Todo aquele poder a assusta - os aviões privados, os carros topo de gama, os guarda-costas... Mas teme ainda mais as peculiares inclinações de Grey, as suas exigências, a obsessão pelo controlo… E uma voracidade sexual que parece não conhecer quaisquer limites. Dividida entre os negros segredos que ele esconde e o seu próprio e irreprimível desejo, Anastasia vacila. Estará pronta para ceder? Para entrar finalmente no Quarto Vermelho da Dor? As Cinquenta Sombras de Grey é o primeiro volume da trilogia de E. L. James que é já o maior fenómeno literário do ano em todos os países onde foi publicado.




Opinião...

Há tanto a dizer sobre este livro que nem sei por onde começar a não ser é claro por estás palavras: Quente, directo e bastante sensual.
Logo no inicio, é nos apresentado um Christian Grey inteligente, intimidador e enigmático e uma Anastacia Steele tímida, ingénua e bastante reservada. Está combinação faz com que o leitor se identifique com Ana.
O momento mais alto foi quando Christian mostra o Quarto Vermelho da Dor a Ana. A partir desse momento a historia ganha um ritmo sensual e quente.
Dominante e contraditório entrar no mundo de Christian Grey faz com que qualquer pessoa fique totalmente apanhada nas palavras de E. L. James. 
É impossível ficar-se sérios com as conversas que o Sr. Grey e a Sr. Steele. A personalidades escura de 50 sombras de Grey é tão cativante como perturbadora. A maneira como Ana fica confusa chega a desafiar o leitor a se meter na sua pele e pensar sobre como seria e como reagiria no momento. E eu adoro que um livro me faça pensar assim, que me faça ficar a ler até ao final e entender as personagens.
Apesar do enredo ser bastante simples as situações expostas, o livro consegue ser bastante original e cativante ao ponto de agarrar o livro e devora-lo. É desafiante a leitura recomendo para lerem, Lovewriters.


"É Gay, Mr Grey?"

Comentários

  1. Eu já li a trilogia e o meu preferido foi, sem dúvida, o primeiro livro. Os outros, é um pouco mais do mesmo. Não acho que seja um colosso da literatura, mas é uma leitura ligeira e divertida. É fácil de ler e cativa-nos. Gosto mais dos momentos em que conseguimos perceber um pouco mais das personagens do que os momentos "quentes".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho a mesma impressão que tu, gosto mais dos momentos em que se percebe mais foi como apontei, as personalidades das personagem é o que levam o leitor se focar mais no livro.

      Eliminar
  2. Adorei ler a trilogia. Não posso negar que o primeiro instinto que me levou a ler foi o fato de a história ter por base o Twilight que eu havia lido e adorado e quis procurar as semelhanças. Por outro lado, intrigou-me o fato de, discretamente, ver homens e mulheres de várias idades em lugares públicos a ler o livro. Porque é que eles não conseguiam parar de ler? Porque é que eram capazes de ler um livro com tal cariz erótico num café, numa esplanada, no metro??? Quando comecei a ler percebi. Li o primeiro livro em três dias, ou seja, devorei-o. No segundo dia já estava a ir comprar os outros dois livros, sabia que ia gostar. Em primeiro lugar, é a personalidade da Ana que permite que qualquer mulher se identifique com ela. Depois é o lado sombrio e misterioso do Grey, que mexe com os nossos sentidos mais obscuros e os nossos desejos incompreendidos. E, por fim, mas não menos importante, quem resiste a viver, nem que seja literariamente falando um amor assim, tão implacável, inquebrável e arrebatador? Os pormenores picantes instigam a curiosidade e o prazer de ler. Conclusão:recomendo vivamente :-)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Okay! Picture Tag 4#

Depois de ler A Culpa é das Estrelas o Okay para mim está totalmente diferente, já não tem o mesmo significado.

Luz, Picture Tag 3#

Next - Vizinho Perfeito

Olá pessoal,
na próxima parte de Vizinho Perfeito, Eve ignora por completo William, no entanto, ocorre uma acidente entre os seus pais, ao ponto de Eve ser empurrada para William. Mas ela decide afastar-se dela, no entanto as suas amigas só atraem os seus amigos.
Espero que estejam a gostar.
Love Peace and Write.
Kisses Lovewriters <3